História do Sindicato dos Engenheiros do Estado de Rondônia

O Sindicato dos Engenheiros do Estado de Rondônia (SENGE-RO), fundado em 1985, filiado à Federação Interestadual dos Sindicatos de Engenheiros (FISENGE) e à Central Única de Trabalhadores (CUT), tem 39 anos de muitas lutas em prol dos trabalhadores da engenharia, agronomia e geociências.

 

Constituído para fins de estudo, coordenação, articulação, defesa e representação legal da categoria profissional dos Engenheiros em todas as modalidades, Engenheiros de Segurança do Trabalho, Geólogos, Geógrafos e demais profissões conexas de nível universitário, que possuam registro no Sistema Confea/Crea/Mútua. Têm como princípio a independência e autonomia da representação sindical, a manutenção e defesa das instituições democráticas brasileiras, a democracia interna sindical e a unidade da classe trabalhadora. Na esteira de suas precípuas funções previstas na Constituição Federal de 1988, o artigo 8º grifo: “ao sindicato cabe a defesa dos direitos e interesses coletivos ou individuais da categoria, inclusive em questões judiciais ou administrativas”, portanto cabendo a esta Entidade ser vigilante na sua área de atuação.

 

O SENGE-RO começou suas atividades antes da obtenção do seu registro legal, que é a carta sindical concedida pelo Ministério do Trabalho, os profissionais da classe reuniram-se em torno da Associação dos Engenheiros de Rondônia (AERO), criada em 16 de junho de 1979, portanto, período que antecedia ao Estado, tínhamos há época o Território Federal de Rondônia.

 

A sua história caracteriza-se por defender e valorizar os profissionais engenheiros em todas as categorias e ramificações da área no Estado. Reconhecido pelo Ministério do Trabalho como entidade sindical de 1° grau em 11 de novembro de 1985, a entidade tem a data como um marco em sua história de luta e defesa pelos direitos trabalhistas bem como de melhores condições para os profissionais filiados à entidade.

 

O Sindicato dos Engenheiros do Estado de Rondônia foi reconhecido como Entidade Precursora do Sistema Confea/Crea, em 20 de novembro de 2015, na Sessão Plenária Ordinária 1.425, Decisão n° PL-2446/2015 do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (CONFEA).

 

Em sua trajetória o SENGE-RO tem diversas lutas que consagram sua história na busca por melhorias e benefícios aos profissionais da área, além de congregar e representar profissionais da engenharia, agronomia, geologia, geografia, química e outras profissões similares ou conexas de nível superior que possuam visto/registro no sistema do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Rondônia (CREA-RO), e trabalhem com ou sem vínculo empregatício na base territorial de Rondônia, visando a melhoria das condições de trabalho e vida de seus representados.

 

Os profissionais elencados foram presidentes da AERO e do SENGE-RO respectivamente ao longo de sua história:

 

AERO: engenheiros Luiz Gonzaga Farias Ferreira (falecido), que também foi prefeito nomeado de Porto Velho durante o governo territorial do coronel Humberto da Silva Guedes; Carlos Hermínio Pamplona (eleito para gestão 1982-1983) e Ezequiel Borges S. Neto também já falecido (gestão 1984-1985), que ajudou significativamente a jornada desafiadora do primeiro presidente do SENGE-RO, o engenheiro Josias Gomes da Silva, substituído pelo diretor social, Engenheiro Antônio de Almeida Sobrinho, em 1987; na sequência vieram Petrônio Ferreira Soares, Elias Campelo Alexandre, Jarbas Gonçalves Barbosa, Ubiratan Francisco Pereira da Silva (dois mandatos), Gina Silva O. Mota, José Ezequiel Ramos (três mandatos), João Francisco dos Anjos, Geraldo Sena Neto, Jorge Luiz da Silva Alves, Inaldo de Melo Gomes, Valdemir Aparecido Pires, Edison Rigoli Gonçalves e Ademir Augusto Silva da Cunha. Atualmente é presidido pelo engenheiro Ildefonso Dorizete e Silva Madruga.

 

Diretoria Executiva, Conselho Fiscal, Delegados Representantes e Delegados Sindicais do SENGE-RO, Gestão 2022/2025:

 

 

DIRETORIA EXECUTIVA

 

Presidente: Ildefonso Dorizete e Silva Madruga

Vice-Presidente: Barnabé Pereira da Costa

Secretário Geral: Juracino Cezar de Oliveira (solicitou afastamento)

Secretário Geral Suplente: João Guilherme Moraes Moreira

Secretário de Finanças: José Ezequiel Ramos

Secretário de Finanças Suplente: Maisson César Paes Amaecino

Secretário de Política Sindical: Valdemir Aparecido Pires

Secretário de Política Sindical Suplente: Marcio Felizberto da Silva

Secretário de Negociação Coletiva: Rafael Paschoal dos Santos

Secretário de Negociação Coletiva Suplente: Elson Borges da Silva Filho

Secretária de Divulgação e Imprensa: Tatiane Nogueira de Sousa Frota

Secretário de Divulgação e Imprensa Suplente: Claudio Cezar Cavalcante Marcolino

Secretário de Valorização Profissional: Hélio de Souza Bastos

Secretário de Valorização Profissional Suplente: Giovani André Scalcon

Secretária de Formação Sindical: Tais Tiene Iamazaki de Souza (solicitou afastamento)

Secretário de Formação Sindical Suplente: André Kende Obinata

Secretário de Ciência e Tecnologia: Flávio Campos Baleroni

Secretário de Ciência e Tecnologia Suplente: Jefferson Suarez Lopes

 

CONSELHO FISCAL

Efetivo 1: Ademir Augusto Silva da Cunha

Efetivo 2: Edison Rigoli Gonçalves (solicitou afastamento)

Efetivo 3: Jorge Luiz da Silva Alves

Suplente 1: Kleber Demarchi

Suplente 2: Leandro Pinheiro Batista

Suplente 3: Neemias Machado Barbosa (solicitou afastamento)

 

DELEGADOS REPRESENTANTES

Delegado Representante: Fabrício Francisco de Araújo

Delegado Representante: Geraldo Sena Neto

Delegado Representante: José Braga de Moura Sobrinho

Delegado Representante: Luis Cláudio de Oliveira Ramos

Delegada Representante: Sebastiana Socorro da Silva Almeida

 

DELEGADOS SINDICAIS

Delegado Sindical Porto Velho: Clodoaldo Oliveira de Melo Neto 

Delegado Sindical Porto Velho: Wallas Nogueira Carvalho (solicitou afastamento)

Delegado Sindical Ariquemes: Julio Benigno de Souza Neto

Delegado Sindical Ji-Paraná: Carlos André da Silva Morais

Delegado Sindical Ji-Paraná: Joaquim de Sousa

Delegado Sindical Cacoal: Wilson Alves dos Santos Junior

Delegada Sindical Rolim de Moura: Renilda Aires

Delegado Sindical Vilhena: Newton Hideo Nakayama

Delegado Sindical Esipigão d'Oeste: Aloísio Cordeiro da Silva (solicitou afastamento)

Delegado Sindical Cujubim: Leandro Cordeiro Aredes

Delegada Sindical Costa Marques: Adriana de Oliveira

Delegado Sindical Brasília - DF: Ramon Nascimento de Sousa